Mudanças de Práticas de Contabilidade Gerencial Identificadas nos Relatórios da Administração de Empresas Familiares

Jefferson Fernando Grande, Ilse Maria Beuren

Resumo


O estudo objetiva verificar se as mudanças nas práticas de contabilidade gerencial podem ser identificadas no Relatório da Administração de empresas familiares por meio da aplicação da Análise de Discurso Crítica. A metodologia da pesquisa caracteriza-se como exploratória, com abordagem predominantemente qualitativa, utilizando-se da Análise de Discurso Crítica. A pesquisa foi realizada nos relatórios da administração de 1998 a 2007 de nove empresas de capital aberto identificadas na lista das 500 maiores empresas do Brasil da Revista Exame – Melhores e Maiores de 2007, ano base 2006. Os resultados da pesquisa mostram que na análise representacional do discurso, considerando o significado das palavras, os quatro estágios da contabilidade gerencial descritos pelo IMAP 1 (IFAC, 1998) foram identificados nos RA das empresas. No entanto, no estudo das práticas de contabilidade gerencial adotadas nas empresas familiares pesquisadas não foi constatada relação dessas com o processo de permanência ou mudança das gerações familiares na gestão. Como conclusão tem-se que, fundamentado na Análise do Discurso Crítica, por meio do significado representacional, com base no significado das palavras, mudanças foram identificadas nas práticas de contabilidade gerencial das empresas pesquisadas. Porém, não há garantia que o RA representa efetivamente o discurso da administração e a análise subjetiva pode revelar imprecisões.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN: 1984-3925

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

Indexadores e Diretórios:

Logotipo SPELL Logotipo IBICT Logotipo LATINDEX Logotipo OPENAIRE Logotipo DOAJLogotipo Cengage Logotipo EBSCOLogotipo REDIB Logotipo ESCI