Análise da aplicação do sistema de custeio baseado em atividades em hospitais públicos

Miriam Aparecida Micarelli Struett, Antonio Artur de Souza, Simone Leticia Raimundini, Ernani Mendes Botelbo

Resumo


Mesmo com os investimentos realizados pelo governo brasileiro na área da saúde, tais como a implementação de programas de vacinação e de educação sanitária, a gestão financeira das organizações hospitalares, especialmente as públicas, contínua apresentando problemas. Os mais comuns abrangem, conforme reconhece o Ministério da Saúde a redução do número de leitos, principalmente com o descredenciamento de hospitais privados conveniados pelo Sistema único de Saúde - SUS, cuja demanda não foi absorvida pelos hospitais públicos; e a falta de políticas pública que incentivem o atendimento ambulatorial e domiciliar.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN: 1984-3925

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

Indexadores e Diretórios:

Logotipo SPELL Logotipo IBICT Logotipo LATINDEX Logotipo OPENAIRE Logotipo DOAJLogotipo Cengage Logotipo EBSCOLogotipo REDIB Logotipo ESCI